Please reload

Recent Posts

ALGUNS CONSELHOS PARA ATINGIR A INDEPENDÊNCIA FINANCEIRA.

August 28, 2017

Primeiro passo: Ganhe mais dinheiro

 

          Busque formas de adicionar mais valor a seus clientes ou a seu patrão. Se você é dentista, pense em enviar uma mensagem a seus clientes a cada seis meses, alertando-os sobre a necessidade de uma revisão nos dentes. Muitas pessoas têm dificuldades em se lembrar desses exames rotineiros. Uma simples mensagem por mala direta ou por e-mail pode representar muito pouco trabalho diante do incremento na receita que você obterá. E os clientes vão ficar gratos pela atenção.

          Se você não tem o seu próprio negócio, procure dar contribuições verdadeiras para o sucesso de seu contratante. Quanto mais você deixar isso visível aos olhos de seus superiores, maiores são as chances de uma promoção ou de um aumento salarial.

          Se você não tem mais esperanças em conseguir um incremento na remuneração no emprego, considere firmemente a possibilidade de um negócio paralelo que não tenha conflitos com seu principal emprego. Associe-se com familiares ou amigos; trabalhe durante as horas de lazer por algum tempo; busque complementos na receita mensal até que os riscos de sair de seu emprego tradicional já não sejam tão relevantes. Nesse momento, você terá diante de si uma importante decisão. Ouça seu coração e vá em frente.

 

Segundo passo: Poupe

 

          Gaste menos do que você ganha. Se você não estiver conseguindo isso, pare já! Pegue um pequeno caderno e anote, durante três meses, todos os gastos de sua família. Faça uma análise crítica e corte as despesas com atividades não essenciais para a saúde e a educação de sua família.

 

Terceiro passo: Evite ter dívidas

 

          Assim que você conseguir gastar menos do que ganha (segundo passo), use todos os seus recursos para pagar as dívidas. Em um país como o Brasil, onde os juros têm sido exorbitantes, o endividamento das famílias ou das empresas deve ser próximo de zero.

 

Quarto passo: Invista corretamente

 

          Aproveite a “mágica” dos cálculos financeiros. Os juros compostos da renda fixa e o reinvestimento dos lucros nas ações levarão você a acumular montantes substanciais. Tenha sempre objetivos de longo prazo em mente. Considere fortemente colocar a maior parte de seu patrimônio em fundos de ações, ou em uma carteira de ações bem diversificada. Seja firme nos momentos ruins das bolsas. Os corajosos e pacientes são muito bem recompensados.

          Faça o compromisso de investir, todos os meses, pelo menos 10% de seus rendimentos em aplicações de longo prazo.

 

Quinto passo: Tenha sua casa própria

 

          Compre uma casa que lhe seja confortável. Mas não tenha pressa. Compre à vista ou construa. Fuja dos juros e dos riscos de quebra das construtoras. Não tenha preconceitos em relação ao aluguel. Se precisar, pague aluguel em um imóvel simples, sem luxos, mas bem localizado, até que você possa comprar algo definitivo para você. Lembre-se de que o aluguel permite aos solteiros e aos jovens casais uma enorme flexibilidade. Se você está pagando 8% ao ano sobre o valor do imóvel como aluguel, talvez não valha a pena pagar 12% ao ano de juros, em um empréstimo imobiliário. Não há motivos para se apressar em comprar um imóvel só porque ele está “parcelado”. Tenha muita calma nesse passo.

 

Sexto passo: Faça seguro de vida e seguro saúde

 

          Se você tem filhos pequenos, faça bons seguros de vida. Diversifique. Faça seguros de vida não em apenas uma, mas em duas ou três seguradoras tradicionais e saudáveis. Aproveite para fazer seguros quando você ainda é jovem e saudável. Vai ser muito mais barato.

          Procure saber em sua empresa ou associação de classe sobre a possibilidade de se fazer seguro para incapacidade física parcial, não apenas incapacidade total. Assim, se você for vítima de acidente de trânsito, ou de ferimento em um assalto, ou de uma doença que gere grave seqüela, incapacitando-o de exercer seu trabalho, você terá cobertura financeira.

          Faça um bom plano de saúde para você, seus filhos e seus parentes mais idosos. Os preços dos tratamentos particulares de saúde são imensamente elevados. Se você tiver a infelicidade de enfrentar um problema desses, certamente perderá muitos anos em seu percurso. Não faça economia em saúde.

 

Sétimo passo: Permita que você “coma algumas cenouras” ao longo da caminhada

 

          Seguir os passos listados acima não é tarefa simples. Crie sempre objetivos bem definidos e fortes incentivos para alcançá-los. Chamo isso de imaginar “cenouras”, para que nós, os “coelhinhos”, possamos nos desempenhar melhor, correndo, dedicadamente, para alcançá-las. Como nossos objetivos estão muito distantes, sugiro que você faça algumas concessões, oferecendo pequenos prêmios sempre que metas forem alcançadas. Um jantar especial com a família; uma viagem nas férias, um curso no exterior ou um dia em um spa, podem significar muito nessa corrida. É importante que você tenha muito prazer no que está fazendo. Não faça de sua caminhada algo doloroso e penoso. Curta alegremente suas conquistas.

 

Oitavo passo: Busque adquirir intensamente Educação Financeira

 

          Freqüente boas livrarias e bancas de jornais. Procure comprar publicações que ensinem a você noções básicas de Matemática Financeira, de Contabilidade, de Economia e de Direito. Esses conhecimentos serão muito úteis durante o percurso.

          Acompanhe o desempenho dos fundos de investimentos. Leia as páginas de Economia dos jornais, mas não se assuste à toa. Não acredite em tudo que você lê ou ouve; aprenda a filtrar as informações; muito do que se discute é irrelevante para suas aplicações de longo prazo. Há muito exagero no que se ouve ou lê.

 

Nono passo: Se precisar, contrate a ajuda de um Planejador Financeiro (Financial Planner)

 

          Embora não seja muito conhecido no Brasil, esse tipo de profissional é bastante popular nos Estados Unidos. Você pode ter o aconselhamento de um especialista, neutro, que não está tentando vender-lhe seus próprios produtos financeiros ou imobiliários. Ele funciona como um técnico de natação, ou um personal trainer, estimulando-o a atingir as metas estabelecidas.

 

Décimo passo: Entenda que o dinheiro é apenas um meio; não o fim por si mesmo

 

          Continue amigo de seus familiares e de seus colegas de trabalho. Seja solidário com os menos afortunados. A essa altura, fazer doações é muito gratificante. Ensine aos inexperientes o que de bom você conseguiu aprender em sua trajetória de vida.

E lembre-se: nunca desista de ser feliz!!!

 

Fonte: Halfeld, Mauro. Investimentos: Como administrar melhor seu dinheiro. São Paulo. Editora Fundamento, 2010.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Please reload

Archive

Redes Sociais:

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle
  • LinkedIn - White Circle

financexperto

Copyright © 2017 financexperto

Planeje seus gastos, pois planejar vem antes de gastar!!!

“Quem de vós, querendo fazer uma construção, antes não se senta para calcular os gastos que são necessários, a fim de ver se tem com que acabá-la?" Lucas 14:28

 

O desejo de consumo é inerente ao ser humano, mas sempre deve ser precedido pelo planejamento financeiro. Marcar os ganhos e os gastos, monitorar rotineiramente, e agir no dia-a-dia para não perder o controle gerenciando suas compras é fundamental.