Redes Sociais:

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle
  • LinkedIn - White Circle

financexperto

Copyright © 2017 financexperto

Planeje seus gastos, pois planejar vem antes de gastar!!!

“Quem de vós, querendo fazer uma construção, antes não se senta para calcular os gastos que são necessários, a fim de ver se tem com que acabá-la?" Lucas 14:28

 

O desejo de consumo é inerente ao ser humano, mas sempre deve ser precedido pelo planejamento financeiro. Marcar os ganhos e os gastos, monitorar rotineiramente, e agir no dia-a-dia para não perder o controle gerenciando suas compras é fundamental.

Please reload

Recent Posts

Você sabe o que é Reserva Financeira e para que serve?

February 27, 2019

Uma reserva financeira é um montante separado exclusivamente para que você possa cobrir gastos de emergência, que não estejam previstos no seu orçamento.

 

Ela serve para lhe auxiliar na reorganização da sua vida, caso alguma coisa errada aconteça.

 

Ela é muito usada, principalmente, em casos de:

 

- Perda de emprego;

- Emergências médicas;

- Reparos da casa e do carro;

- Dificuldades no negócio próprio.

 

Aqui, estamos chamando-a de “reserva financeira”.

 

Entretanto, diferentes autores a chamam de diferentes nomes, como “reserva de emergência”, “fundo de emergência”, “colchão financeiro” ou “reserva estratégica”.

 

No fim das contas, todas essas nomenclaturas se referem à mesma coisa...

 

E qual o montante ideal para fazer a reserva financeira? Esse passo é bem simples, e consiste apenas na descoberta do tamanho ideal para sua reserva.

 

O ideal é ter algum valor entre 3 e 12 meses de suas despesas mensais.

 

Esse valor deve variar de acordo com suas características.

 

Se você é um empreendedor, que possui um negócio próprio e menos previsibilidade de fluxo de caixa, opte por algo próximo a 12 meses.

 

Agora, se você possui um cargo público com certa estabilidade, você pode se dar ao luxo de montar uma reserva menor.

 

O importante é que ela nunca seja menor do que 3 meses, tampouco maior do que 12 meses.

 

Outro ponto importante é que essa reserva de emergência deve ser investido em alguma aplicação de liquidez diária, como por exemplo Tesouro Selic (título público), ou seja, investir em algo em que você possa resgatar com facilidade e sem perdas.

 

Quanto mais sua reserva financeira render, melhor.

 

Então, resumindo, você precisa investir em ativos:

 

- Com liquidez diária

- De renda fixa

- Pós-fixados

 

Os principais ativos que podem se enquadrar nestes critérios são:

 

- CDBs

- LCs

- Tesouro Selic (LFT)

- LCIs e LCAs

- Fundos DI e de Renda Fixa com carteira majoritariamente pós-fixada

 

 

Também gostaria de enfatizar que esse ato de guardar dinheiro para imprevistos e emergências é de extrema importância se você quiser diminuir ou mesmo evitar os empréstimos a juros elevados ou o perigo de agiotas. Repito isso porque desejo realçar essa ideia. Quando esse conceito estiver arraigado na sua cabeça e for praticado constantemente, você terá desenvolvido um hábito positivo e sadio, do qual jamais se arrependerá.

 

Ao longo do tempo, e desde que essa reserva financeira não tenha sido desperdiçada, essa poupança poderá se transformar pouco a pouco num investimento de peso, e poderá até constituir uma das fontes de renda complementar para a aposentadoria.

 

Pense nisso...

 

 

Biografias:

https://clubedovalor.com.br

Seu futuro financeiro - Louis Frankenberg

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Please reload

Archive